Bolos Doces Receitas Sobremesas

Bolinho de Pinga

bolinho doce com pinga

Bolinho de pinga, receita com memórias

Bom dia, esse bolinho de pinga tem sabor e história e infância, a minha vó Rosário mãe de meu pai fazia comidinhas deliciosas, esse bolinho comemos enquanto ela pode cozinhar.

Nem sei como deixei passar de trazer essa receitinha para vocês, pois sempre que tenho tempo estou preparando, eles são deliciosos e não se preocupem, pois não fica com teor alcoólico.

Lembro das canecas de ágata vermelha onde tomávamos o café com leite e ainda comíamos pão com açúcar ela cortava as bengalas em fatias e mergulhava no açúcar para nós era festa.

A minha receita está escrita com a letra dela.

Meu pai tem um caderninho de receitas que é um primor, ela adorava desenhar nas folhas, me lembro que ela fazia as rendinhas para enfeitar as prateleiras de armário com papel de presente.

Era tudo tão lindo, ela chegou a me ensinar como fazia, mas eu não lembro mais, ela fazia bonequinhos grudados um no outro do mesmo jeito que fazia as rendinhas.

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • Farinha de trigo quanto baste
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 6 colheres de sopa de açúcar

Outros ingredientes:

  • Açúcar quanto baste
  • Pinga/cachaça quanto baste (diluída na mesma proporção de água, se preferir mais forte diminua a quantidade de água)
  • Óleo para fritar
bolinho doce frito
Os bolinhos recém fritos

Modo de preparo:

Em um liquidificador bata os ovos, a manteiga e o açúcar (se preferir bata com um fuê diretamente em uma tigela).

Misture

Acrescente a farinha e o fermento aos poucos e amasse até dar o ponto de enrolar igual nhoque.

Faça rolinhos de massa e vá cortando igual a nhoque.

Frite em óleo quente, escorra em papel toalha e deixe esfriar.

Misture a pinga com a água em uma vasilha.

Coloque açúcar em outra e vá passando os bolinhos na cachaça e depois no açúcar.

Sirva a seguir.

Receita dada pela minha avó há muitos anos

 

 

GOSTOU? OLHA ISSO AQUI TAMBÉM!


Imprima Imprima

15 Comentários

  1. Oi Ana!!!
    Que coisa mais linda a receita escrita à mão pela sua avó…são essas relíquias que nos abrem sorrisos nos dias cinzentos!
    Adorei a receita, parece realmente deliciosa!! Espero que esteja 100% melhor da gripe!!!
    Beijos!!! =)

      1. olá, a quantidade de farinha de trigo você coloca aos poucos até dar ponto para enrolar e cortar igual nhoque.

        A quantidade de água fica a critério de cada um, se prefere com mais ou menos sabor de cachaça, coloque aos poucos e teste seu paladar.
        Abraços

  2. Louco pra enxer a mão nessa tigela. Que tentação heein. Essa é o tipo de receita que não posso fazer de jeito nenhum. Senão sento no sofá com um copo de leite e como tudo kkkkk. Delicia Ana.

    beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *