Receitas

Bolinho do 1º de Maio – Tippaleivät

Gente, acabei de chegar da Finlândia, terra do Papai Noel.

É esse país que lhes trago para a BC do Blog Cozinha de Mulher da amiga Sheilinha.

Temos no Brasil, Penedo, no Rio de Janeiro, que é considerada a Finlândia brasileira, onde tive o prazer de conhecer há dois anos atrás, a casa do Papai Noel de Penedo é reconhecida pela Finlândia, é linda, o distrito de Penedo é lindo, tem muito verde, cachoeiras, restaurantes e cafés charmosos, os chocolates são divinos e as cachaças e licores também.

Mas vamos a Finlândia de verdade.

Trouxe de lá uns bolinhos que ficam simplesmente deliciosos, o sabor se parece com o churros, mas com uma massa muito mais leve, macia e saborosa.

E teve o momento mico… Rsrs, vou chamar assim quando algo der errado de agora em diante.

Quando preparei a massa achei que ficou muito líquida, teimosa como sou, fui tentar fritar, claro que não deu certo né, eles começaram a crescer na frigideira que quase não cabiam… detalhe, não vai fermento… e nada de ficar parecendo um ninho.. espalhava tudo… Rsrs

Aí fui colocando mais farinha até achar que dava ponto e voltei a fritar, aí ficaram mais bonitos, mas não perfeitos, mas o importante é terem ficado deliciosos.

Espero que gostem do que trouxe hoje, a viagem foi muito agradável, como sempre.

Se quiser saber um pouco mais sobre Penedo, aqui tem:Penedo

Abreviaturas:
Pesos e medidas:
dl decilitro
1 decilitro = (menos) ½ chávena
l litro
c.chá = colher de chá
g grama
c. sopa = colher de sopa

Ingredientes:
2 ovos
1 c.chá de açúcar
1 c.chá de sal
2 dl de leite
4 dl de farinha (precisou de mais farinha para dar o ponto, pode ser porque os ovos estavam grandes)
½ c.chá de essência de baunilha

Para a fritura:
Óleo vegetal ou óleo de coco

Modo de preparo:
Junte os ovos e o açúcar, mas não bata! Acrescente os restantes ingredientes e bata tudo até obter um creme aveludado.Ponha o creme num cone de papel ou num saco de pasteleiro, com um bico estreito. 
Aperte o saco de pasteleiro, de modo a que saia uma tira fininha sobre o óleo quente. Faça um movimento em espiral para obter um efeito parecido com um ninho. Quando estiverem dourado-escuros, retire-os e escorra-os sobre papel absorvente. Envolva os bolinhos, já frios, com açúcar em pó.
Oha o meu Momento Mico: Rsrs

Um pouco sobre a Finlândia:

A Finlândia, um país de florestas e lagos, é provavelmente mais conhecida pela sua beleza natural, bem preservada. No extremo setentrional do país, no Verão, o sol não se põe durante quase dez semanas, são as chamadas “noites brancas”. Por sua vez, durante o Inverno, passam-se quase oito semanas sem que o sol se vislumbre no horizonte.

Devido ao facto de a Finlândia ter feito parte da Suécia durante sete séculos (do século XII até 1809), cerca de 6% da população fala sueco. A Finlândia tornou-se independente após a Revolução Russa de 1917, ano em que foi instaurada a República. O Parlamento finlandês, unicameral, é constituído por 200 deputados eleitos por um mandato de quatro anos.

A economia finlandesa é moderna e competitiva, sendo o país líder mundial no sector das telecomunicações. As suas principais exportações incluem, para além de produtos do sector das telecomunicações, produtos do sector da metalomecânica, papel, pasta de papel e madeira, artefactos de vidro, aço inoxidável e cerâmica.

A beleza dos territórios longínquos do norte deste país inspirou muitos artistas, nomeadamente o compositor Jean Sibelius e o arquitecto Alvar Aalto. A Finlândia é também o país de vários desportistas de renome, como é o caso dos corredores de Fórmula 1 Mika Häkkinen e Kimi Räikkönen.

A cozinha finlandesa foi influenciada pelas tradições culinárias europeia, russa e sueca. Entre os pratos tradicionais contam-se pratos de peixe (especialmente salmão) e de carne de rena. Vale a pena provar o karjalanpiirakka (um pastel à base de batata ou arroz), e o kalakukko (espécie de empada de peixe com pedaços de toucinho), o bolinho Tippaleivat.

A Aurora Boreal é o fenômeno natural mais magnífico da Lapónia. São partículas oriundas do Sol, que geram o chamado “vento Solar”, que ao carregarem os electrões dos átomos de oxigênio e azoto da atmosfera geram efeitos coloridos. Para uma melhor observação, o céu deve estar limpo, sem nuvens, e será mais visível em noites de Lua Nova, a meio do inverno.

Outro fenômeno natural é o Sol da Meia Noite. Devido à inclinação do eixo da Terra em relação ao eixo do Sol, a Lapónia, a norte do Círculo Polar Ártico passa até três meses no Inverno sem que haja claridade e até três meses durante o Verão sem que haja noite. As cores no céu transformam-se rapidamente. É de uma beleza fascinante e encantadora.

Origem do papai Noel: A origem mais aceita para a lenda do Papai Noel remonta a São Nicolau, um religioso grego que viveu no século 4 onde hoje é a Turquia. As histórias sobre sua generosidade para com as crianças se espalhariam pela Europa, chegando a terras distantes como a Alemanha e a Holanda. Nesta última ele tomaria as feições de Sinter Klaas, já com longas barbas brancas e as vestes vermelhas de um bispo. Seu fiel companheiro é Zwarte Piet, que provavelmente inspiraria a figura dos elfos assistentes. O costume de entregar presentes começou por essa época e foi se desenvolvendo até chegar aos Estados Unidos – onde é conhecido como Santa Claus, para tornar-se arma infalível das lojas de departamentos para promover as vendas natalinas.Várias cidades pelo globo clamam ser o lar do velhinho, mas Rovaniemi, na Lapônia finlandesa, é um dos destinos mais populares. A bucólica paisagem nevada, os rebanhos de renas e o fato de estar bem junto ao Círculo Polar Ártico formam um conjunto irresistível.Localizada a 830 quilômetros de Helsinque, a capital da Finlândia, é um bom destino não só para conhecer a Vila do Papai Noel, mas também para passear com trenós de renas e cães, snowmobile e para ver as impressionantes luzes da aurora boreal.
Fontes:

http://europa.eu/about-eu/countries/member-countries/finland/index_pt.htm

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/finlandia/locais-turisticos-da-finlandia-2.php

http://viajeaqui.abril.com.br/materias/finlandia-a-terra-do-papai-noel

http://www.finlandia.org.br/public/default.aspx?contentid=142623

 Uma linda terça feira para todos!!

23 Comments

  1. Hummm Aninha, a Finlandia é um doa meus destinos de sonho… Ainda espero um dia poder ver a aurora boreal, passear por aquela neve fresca e fofa, visitar a casa do papai noel, etc… etc… e quanto aos bolinhos eu vou levar a receita, adorei o aspeto deles!!!

    Beijocas

  2. Aninha.. que fofo.
    Primeiro queria dizer que amei o momento mico rssrs Gente!!
    Hummmm ficaram tão lindos os bolinhos… ai que deve ser tudo de bom..
    E adorei conhecer um pouco mais sobre a Finlândia.. e sobre a história do Papai Noel…
    Obrigada por mais essa participação minha amiga.. esse carinho é especial e faz o meu cantinho ficar mais alegre..
    Beijinhos e vamos ver se vamos pra mais algum lugar hoje né? srrs
    To achando que a Margarida, Íris e Luci não estavam sozinhas pela França não rrs

    Beijinhos
    Sheila

  3. Minha querida,
    parabéns pela postagem, super rica e esclarecedora!
    Me apaixonei pelo País, as paisagens são perfeitas!
    A sua receita está super deliciosa, ótima para acompanhar
    um cafezinho com uma boa prosa, hehehe!
    Aqui em BH amanhã é feriado tbm.

    Beijinhos ♥

  4. Humm que bolinhos apetitosos Claudinha com um cafézinho a essas horas ia ser tudo de bom. Adorei as fotos. Adoro viajar com voces. Bjocas miga. Os micos pode mandar pra mi que aceito kkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *